logistica-reversa

Ministério discute acordo de logística reversa

Segunda fase do acordo setorial voltado para embalagens em geral terá início neste semestre. Mais de 20 associações estão envolvidas.

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) convidou associações para discutir a 2ª fase do Acordo Setorial de Logística Reversa de Embalagens em Geral, com previsão de início neste semestre. Com o acordo, firmado em novembro de 2015, fabricantes, importadores, comerciantes e distribuidores se comprometem a trabalhar de forma conjunta para garantir a destinação final ambientalmente adequada das embalagens que colocam no mercado.

A reunião, realizada nessa terça-feira (16/01), em Brasília, contou com a participação de representantes da Coalizão Embalagens, iniciativa com 22 entidades que reúnem centenas de empresas. A logística reversa é um instrumento de desenvolvimento econômico previsto na Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei 12.305/2010).

O secretário de Recursos Hídricos e Qualidade Ambiental do MMA, Jair Tannús Júnior, ressaltou que, neste momento, “é de extrema importância a oportunidade de refletir, discutir e aperfeiçoar alguns pontos para a segunda fase”. A primeira fase teve duração de 24 meses.

COOPERATIVAS

Sobre os resultados da primeira fase, os participantes destacaram o apoio às cooperativas de catadores, que estão aumentando a capacidade de triagem com melhorias nos equipamentos, na capacitação e na formalização de várias cooperativas.

Para a segunda fase, os participantes destacaram a necessidade de reforçar a comunicação com a sociedade e a articulação com os municípios. Um grupo será formado para estabelecer as estratégias de aproximação com os municípios.

A diretora de Qualidade Ambiental e Gestão de Resíduos do Ministério, Zilda Veloso, citou a iniciativa do MMA de criação de um fórum para discussão da Política Nacional de Resíduos Sólidos com gestores estaduais, no qual um dos pontos seria o monitoramento e a fiscalização dos sistemas de logística reversa.

EMPRESAS

O representante da Associação de Logística Reversa de Embalagens (Aslore), Ailton Luiz Storolli, relatou que são identificadas melhorias na implementação da logística reversa a cada semestre. “Estamos padronizando as ações, e a procura pela associação só vem crescendo. As empresas não se abstêm de cumprir as tarefas”, disse. A Aslore é um braço da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (Fiergs) e reúne cerca de 60 empresas.

Além dos representantes da Coalização Embalagens, estavam presentes na reunião a diretora substituta de Qualidade Ambiental do MMA, Sabrina Andrade; o diretor de Recursos Hídricos, Sérgio Gonçalves; e as equipes técnicas do Ministério, além do secretário Jair Tannús e da diretora Zilda Veloso.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>